NOVIDADES

Cuidado com o Netflix do seu segmento

12 de dezembro, 2015

 

Você sabia que a Netflix no Brasil fatura mais do que a RedeTV e a Band? Estima-se que ela tenha uma base entre 2,5 a 4 milhões de assinantes com um faturamento anual superior aos 500 milhões. Alguns executivos da indústria da TV por assinatura já estão pedindo ao governo uma revisão nos impostos e negócios da Netflix os acusando de serem o “Uber” do audiovisual. Isso não chega a ser uma novidade, a Netflix literalmente quebrou a Blockbuster com suas mais de 9000 lojas físicas só nos EUA. O antigo modelo de ter que levar e trazer filmes e pagar multas por atraso só se sustentava porque não existia uma opção melhor.

Em 1960, Theodore Levitt já havia escrito um famoso artigo aonde foi cunhada a expressão “Miopia em Marketing”. Isto acontece quando o nosso modelo de negócio olha apenas para o que está perto e não consegue pensar fora da caixa do usual. A organização se concentra nos produtos e não nos clientes.  Fazendo assim, perde a capacidade de projetizar cenários inovadores para o seu mercado. Ou como diria Peter Drucker: “não podemos prever o futuro mas podemos criá-lo.”

A inovação é um ingrediente necessário na receita de sucesso de qualquer empresa. Ouvir o mercado e, especialmente, seus consumidores podem trazer preciosos insights para o posicionamento  que você quer ter no futuro. O problema de fazer sempre mais do mesmo é que, nesse exato momento, pessoas que atuam no seu segmento estão tentando descobrir o que precisam oferecer para roubar todos os seus clientes.

A Netflix ofereceu um novo conceito de consumir serviços. Ao propor seu modelo todos os outros se tornaram descartáveis. As oportunidades estão aí prontas para serem apanhadas por aqueles que se exercitarem em visualizar mais adiante. E se você acha que a Netflix é uma excessão eu sugiro que você desligue o seu Spotify volte para casa pedindo um carro via o Uber, acesse a Amazon Unlimited e escolha um livro que fale mais sobre esse assunto.

Copyright © 2016 - Basic | Marketing de Performance.